Beachwood Sparks, “Desert Skies”: A cavalo numa nave espacial

bsBoiadeiros cósmicos, estes tipos. E porque o espaço é grande, andam quase sempre tresmalhados. 1997: “Vamos fazer uma banda”; 2002: “Se calhar é melhor fazer uma pausa”; 2008: “E que tal tentarmos outra vez?”; 2013: “Desta vez lançamos o nosso álbum de estreia”. Isso mesmo. Uns bons anos depois do início e três discos de originais mais tarde, os Beachwood Sparks decidem finalmente editar o primeiro álbum que gravaram. Todas as canções têm o carimbo de finais de 90 (antes do registo homónimo de 2000), gravadas quando a banda ainda abrigava seis músicos. É o Sul da Califórnia em disco. Os Byrds e os Flying Burrito Brothers e até os Eagles, country-folk-rock e outras categorias da mesma estirpe, tudo junto, tudo mexido a psicadelismo controlado, tudo em bom e a partir de um arquivo, o que torna a surpresa ainda melhor.

publicado no i
Esta entrada foi publicada em Beachwood Sparks, Discos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s