“Yeezus”: O “Kid A” de Kanye

Kanye-Yeezus

Novo disco de Kanye é coisa que gera palavreado de sobra, por isso vamos tentar já explicar-lhe os méritos. Ao sexto disco, o homem volta a usar Nina Simone como apontamento ao mesmo tempo que se atira às sonoridades do electro e do acid house até ao dancehall. “Yeezus” é este estalo de energia, uma espécie de filho bastardo dos seus dois registos anteriores, com os excertos da soul remetidos a pequenas ironias no meio do resto da confusão sempre bem-vinda na cabeça de Kanye. Perante a ameaça de falhar depois do majestoso “My Beautiful Dark Twisted Fantasy” de 2010 – e tudo o que de igualmente bom vinha antes –, Mr. West está com a cabeça nas nuvens e “Yeezus” não é menos que o seu “Kid A”. Isto nunca é fácil, com nada que ameace roçar o mainstream e nada que não esteja cheio de capacidade inventiva. Motivos não faltam para não se gostar dele, mas de falta de tomates ninguém o pode acusar.

publicado no i
Esta entrada foi publicada em Discos, Kanye West, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s