Jibóia às curvas

Uma guitarra a jogar ping pong com um sintetizador, toma lá dá cá para fazer ficção científica de terror. Ou então para desenhar jogos de vídeo dançáveis, sem coreografia obrigatória. Óscar Silva manda sozinho (tem ajudas aqui e ali) nesta Jibóia que vai sorrateira, direita aos calcanhares, que é raro dar espaço para que se ouçam vozes no meio do veneno digital mas que consegue quase sempre explicar a bem qual a melodia que lhe passa pelas curvas.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Jibóia, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s