Caetano Veloso, ‘Abraçaço’: Uma BandaCê por disco faz bem a qualquer um

caetanoveloso1Logo a abrir o seu novo disco, Caetano canta que “a bossa nova é foda”. Assim sendo, Veloso não a larga, dá-lhe a volta, troca-lhe as posições e os nossos ouvidos vão pelo mesmo caminho. “Abraçaço” é o último momento da trilogia que se propôs fazer com a BandaCê, a que deu nome ao primeiro dos três discos (2006) e que também fez “Zii e Zie” (2009).E cá está Caetano como sempre, irrequieto, insatisfeito com a tradição musical da sua satisfação. Mas mais ainda, que quem o acompanha é uma banda que o desafia, não é uma máquina de fazer canções para um consagrado que exige pouco. Exige tanto como nós, daí a atenção mútua, que vem de lá para cá e segue vice-versa. A bossa e o samba são populares e Veloso é um artista pop, que canta sobre o mulato comunista Carlos Marighella, faz do axê coisa de garagem e diz que o funk nasceu de uma bateria de sambódromo. A Baía e o Rio dão abraçaços como ninguém.

publicado no i
Esta entrada foi publicada em Caetano Veloso, Discos, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s