Strand of Oaks: tudo é uma grande pradaria

Foi editado esta semana o single Maureen’s, antes de um novo conjunto de canções deste tipo de Filadélfia, Timothy Showalter, que gostava de ser o Neil Young; como sabe que isso nunca vai acontecer, fz a coisa á sua maenira e sai-se bem. Assina como Strand of Oaks e prepara o lançamento do longa duração Dark Shores:

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Música, Strand of Oaks. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s