Abril é de Graham Coxon

O inglês que não cresce e a sua mania em parecer sempre menos do que é. “O que é preciso para fazer as pessoas dançar?”, pergunta ele em What’ll It Take, ao mesmo tempo que mistura guitarras esquerda-direita-esquerda-direita com sintetizadores que não dá para ignorar. Claro que os Blur são uma das melhores bandas dos anos 90; e claro que, mesmo depois disso, continuam a ser tudo para muito boa gente. Mas Coxon é o mais punk dos fedelhos pop das últimas décadas, porta-se mal com regras e isso não para qualquer um. Na primeira semana de Abril há A+E, novo disco do mini-super-herói, e não há nada que falhe. Streaming do álbum e entrevista aqui.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Graham Coxon, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s