Lambchop, ‘Mr. M’: mais sr. triste que sr. contente mas, ainda assim, está tudo bem

Começa este “Mr. M” com Kurt Wagner a abrir-nos a porta vestido de crooner desgraçado. Nada vai correr bem, podem crer, mas entrem, façam de conta que estão em casa. E nós fazemos tudo como manda a lei, até acabarmos a achar que um coração desfeito (uma e outra vez) é matéria de conforto. Estes embaixadores da Nashville menos óbvia – que é como que diz folk-country infectado por experiências sonoras e soul em baixa rotação – fazem canções, melhor, discos inteiros com histórias de desilusão e facadas no ego. E em “Mr. M” não desiludem ninguém, ainda que se escutem acordes de quem vai pensando, a medo, “isto não está assim tão mau”. O mais certo é encarar esta melancolia com naturalidade. Kurt Wagner, o nosso anfitrião, canta “Deus fez-nos fracturados” e é preciso respeitar a crença do homem. Só com tamanha fé é possível fazer canções de calvário anos a fio e convencer os outros a segui-lo.

(publicado no i)
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Discos, Lambchop, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s