2012, Julia Holter

Ainda só apresentou dois temas mas o seu disco, Ekstasis, já é um dos inesperados mais aguardados do ano. Por causa de Marienbad, o tal cântico de idade média transformado em film noir futurista; e por este novo In The Same Room, que vai pelo mesmo caminho ainda que se arrisque por mais detalhes rítmicos que o anterior teve vergonha de admitir. Frio e nevoeiro e outros que tais mas tudo com uma dose invulgar de aconchego.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Julia Holter, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s