Filipe Raposo: ‘First Falls’

First Falls é um comprimido efervescente de boa cura. Começa sólido, bem misturados que estão os seus princípios activos. E depois, mal mete os pés na água, dissolve-se que é um mimo. Partindo da sua óbvia erudição, não faz qualquer requisição de esforço extra para ser o tal novo amigo que dizemos ter há muito tempo. Filipe Raposo é o fã das clássicas, das contemporâneas e do improviso que se responsabiliza pelo acto. Tem uma lista de convidados que merece respeito e inveja, mas é no seu nervoso piano que a dinâmica de tudo isto tem morada fiscal. Porque vamos dos olhos-fechados-para-dias-melodramáticos ao quase-headbanging de virtuosismo jazzístico sem ter de pagar outra portagem, quanto mais mudar de faixa. Está tudo junto na mente deste corajoso descodificador de academismos urbanos. Há muito que assim se comporta entre os projectos que lhe dão abrigo às divagações – só podia fazer-se escutar com tamanha destreza à primeira assinatura isolada.

(publicado no i)
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Filipe Raposo, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s