Acabou a palhaçada

O speed boat (“come on, go on speed boat, take you to paradise island”, dizia o comandante de praia) com a melhor colectânea caribe mix que a memória guarda (ainda que o oceano em questão fosse outro), mais o herói das covers da indústria hoteleira balnear, entre Elvis e Tom Jones, farpelas incluídas, e a rádio – mais não, por favor – com o reggaeton a dançar mais a marrabenta, sempre com a passarada a dizer que a terra Maurícia é toda deles, isso é que é, e o empregado de calções, aquele que cantava “We Are The World” na pefeição, porque crioulos somos todos, mesmo quem não quer. Mas isso foi lá longe, onde havia mesmo gente com nomes como Jack Sparrow, John Wayne e Philip Morris. Agora, acabou a palhaçada (raios).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s