As novidades com o carimbo Flying Lotus merecem-nos toda a atenção

Fica o aviso: a missão continua a ser a desconstrução das leis da electrónica. Dançar é coisa que não obriga a lógicas rítmicas, que não convida necessariamente ao convívio social. É para inventar em modo jazz, quando o sintetizador parte a harmonia e nada parece o que é. Os Flying Lotus, melhor, Steven Ellison, continuam a fazer isto tudo. Com algumas cedências pelo meio, mas sempre em jeito de tira gosto, coisa pouca. Vão editar Cosmogramma em breve. E é para ouvir, mesmo, aqui.

Esta entrada foi publicada em Flying Lotus, Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s