Sondre Lerche no meio dos Animal Collective

Servem as presentes linhas para demonstrar dois pressupostos: o primeiro diz respeito às capacidades pop de Sondre Lerche, criadas na Noruega mas a quererm ser coisa sem nacionalidade definida; a outra confirma a natureza das composições dos Animal Collective como realidade simplista, imediata, popular e razoavelmente temperada a açúcares – surgem depois as particularidades que tornam as canções deste mesmo colectivo algo desafiante, que fazem de Merriweather Post Pavillion o álbum do ano com uma quase total unanimidade entre listas e outras escolhas. Sondre Lerche concorda e escolheu Bluish como a canção de 2009. Meteu-se numa cave, como uma guitarra, um gravador e uma mão cheia de efeitos e reinterpretou o tema à sua maneira. Deu nisto:

Sondre Lerche: ‘Bluish (Animal Collective cover)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Animal Collective, Música, Sondre Lerche. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s