Original Pirate Material chega ao número 1

No Guardian está escolhido o disco da década: Original Pirate Material, dos The Streets. Provavelmente, um dos exemplos maiores da expressão popular urbana da década. Contaminação de estéticas, o constante digging entre discos, sons e comportamentos quotidianos. De histórias brit-pop herda o retrato dos pormenores aparentemente menos interessantes da vida inglesa, com a contundência única de um Mike Skinner ultra-observador. Mas viaja em grande parte pelo grime, pelo UK garage, trip-hop, dub e os restos de uma club culture há muito falecida. Passa pelo espírito de rua de uma Nova Iorque feita de ritmos e caves coloridas para regressar de novo a Londres, para lhe um novo swing, carimbo século XXI. Tudo simples, portanto.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Uma resposta a Original Pirate Material chega ao número 1

  1. pacheco diz:

    haja justiça…aplaudo de pé a escolha.Skinner bem merece o reconhecimento, mesmo que actualmente não apresente o viço inicial.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s